sábado, 27 de maio de 2017

AS ATROCIDADES


A – As lamentações à minha janela Pardal
S -  São quais as razões para cedo me acordares…
 
A  -  Andas onde meu amigo para ignorares
T  -  Tantas barbaridades que têm acontecido
R  -  Rastos de sangue de norte ao sul, de poente ao oriente
O -  Os humanos aperfeiçoam suas armadilhas
C – Colocam bombas destruidoras e até se explodem
I  -  Imensa é a dor da Raquel nestes dias
D – De tanto chorar já lágrimas nela secaram
A  - Ainda assim tu amigo néscio pávido ficas
D  - Deitado e dormir e a sonhar em mordomices
E  - Enquanto sobre o mundo o céu se desmorona
S  - Se dúvidas que és humano, pois só ele é tão desumano.

Praia 27 de maio de 2017
João Pereira Correia Furtado

quinta-feira, 25 de maio de 2017

MÃE E FILHO... MULHER E HOMEM





Mãe és  sobretudo MULHER
Arregaça as mangas e educa o teu filho
Ele amanhã será homem e respeitará a MULHER

Mãe acredito que está aqui o caminho
Amanha a MULHER não precisará da LEI
Ela será amada e respeitada pelo HOMEM

Mãe o homem de amanha é este menino que crias
A responsabilidade é tua de lhe mostrares o valor
E o respeito que a MULHER deve ter...

João P.C. Furtado
http://joaopcfurtado.blogspot.com
Praia, 25 de Maio de 2017

quarta-feira, 24 de maio de 2017

AS ESTAÇÕES



AS ESTAÇÕES

P - Perguntei um dia a Primavera no norte
R - Rindo a razão do brochar da natureza
I - Imensa alegria no canto dos pássaros
M - Muitas árvores frondosas e belas
A - Airoso perfume no ar por todo o lado
V - Vida parecer do nada se formar
E - E o sol cada vez mais madrugador
R - Recusando ao mesmo tempo a se deitar...
A - A Primavera no norte também a sorrir respondeu-me

O - Olha que ao Sul as folhas caiem
U - Um pouco por todo o canto
T - Tudo parece dormir e o Sol preguiçoso
O - Olha a terra cada vez mais tarde
N - Naturalmente como sono cedo dorme
O - O OUTONO lá mora quando eu cá vivo...

V - Vai o Sol se acordar cada vez mais cedo
E - E cada vez mais tarde cá no norte
R - Recolher e assim aquecer a terra
à - Até me transformar num Verão insuportável
O - Olha que lá pro sul o Sol fará o contrário...

I - Imenso frio vai tomando conta da vida
N - Ninguém dispensará as mantas e os casacos e as fogueiras
V - Virão as neves e cobrirão as plantas
E - E tudo parecerá sem vida e sem alento
R - Resfriada a terra parece Inferno eterno
N - Na verdade é o INVERNO no círculo da Natureza
O - Obriga assim a translação e a rotação da terra...

E - E a terra no centro entre os trópicos
S - Sempre quente assim  permanece todo o ano
T - Tem apenas uma e única estação
A - As vezes um pouco mais quente ou menos
Ç - Chove,  muito ou sofre seca sem uma única gota
Õ - O Sol tem hora marcada de nascer
E - E se esconder atrás do horizonte...
S - Sol da MEIA-NOITE e NOITE POLAR moram nos polos.    



João Furtado
Praia 24 de maio de 2017

sábado, 29 de abril de 2017

ABRAÇO POÉTICO

ABRAÇO POÉTICO

A A indignação é sentimento do homem de bem
B Bem diziam meus pais na pobreza e humildade
R Resta ao homem sua dignidade e respeito
A A obra ABRAÇO POÉTICO é coletiva e imaginada
Ç Comumente entre dois coordenadores
O O de Cabo Verde e o de GALIZA e o nome indica “ABRAÇO”

P Porque uma pessoa, que não é coordenadora
O Olha e decide unilateralmente ir a ribalta e sem dizer
E Este pobre coordenador que lhe convidou para participar?
T Tudo bem por mim, estou habituado e sei o que é o meu valor…
I Indignação que sinto é pelas crianças de S. Pedro e outras
C Claro que mereciam ir ao PALÁCIO e ficarem um minuto com o Presidente
O Obrigado e desculpem-me poetas crianças e adultos….

DE CABO VERDE E DE GALIZA,

O HOMEM É AFIRMATIVAMENTE O PIOR DE TODOS OS AMIMAIS DA TERRA…

João P. C. Furtado - COORDENADOR DO ABRAÇO POÉTICO DA PARTE DE CABO VERDE.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

TROVA





Com as sete poucas sílabas
Arte pode ser a trova
Ou rimas ou mal acabas
Pois é mui rígida a prova.

João Furtado

quinta-feira, 13 de abril de 2017

PAZ

P PASCOA A PORTA
A A GUERRA NO MUNDO
Z ZÉFIROS DE PAZ.... ONDE ESTÁS?

segunda-feira, 10 de abril de 2017

PASCOA FELIZ




P – Para todos o meu desejo de FELIZ PASCOA
A – Aproveito esta época para pedir perdão
S – Sei que nem sempre fui perfeito e nem podia
C – Como moram em mim tristeza e alegria...
O - O pior é quando a tristeza perturba o meu coração
A – Ai descarrego meus males para todos à toa...

F – Faço reflexão e contraído penso no mal causado
E – E espero não tornar a prejudicar-te meu amigo
L – Leve me sinto até cair de novo quando tentado
I -  Infelizmente espreita sempre o mesmo perigo
Z – Zéfiros de grandeza e egoísmo humano...

João Furtado