domingo, 31 de março de 2013

PASCOA 2013



P Para todos meus amigos, poetas, escritores e leitores
A Paz, a saúde, a harmonia e o mutuo respeito
S São os meus desejos, que sejam benfeitores
C Com a crise que o ser humano está sujeito
O altruísmo e a amizade se reclama mais que nunca
A quantidade não importa, a partilha é necessária, mesmo pouca!

João Furtado
Praia, 31 de Março de 2013
Http://joaopcfurtado.blogspot.com

quinta-feira, 28 de março de 2013

POETAS DEL MUNDO



P   Para todos os poetas do mundo
O  O meu desejo é que tenham todos
E   Especial e Feliz Pascoa com muita PAZ
T   Tudo de bom e muita alegria na família
A   Amizade perfeita e muita harmonia
S   Santa e poética PAZ interior para todos! 

D   Da Cruz veio a Salvação dos homens
E   E graças ao Cristo que tendo tudo
L   Livremente escolheu entregar-se por nós....

M  Minhas amigas, meus amigos Poetisas e poetas
U   Um poema apenas vos peço de coração
N   Nesta Pascoa de 2013 e não quero um poema
D   De palavras e frases, mais um poema de sorriso
O   O vosso sorriso para o vosso semelhante e para o Mundo!

João P. C. Furtado
http://joaopcfurtado.blogspot.com

domingo, 24 de março de 2013

CABO VERDE

CABO VERDE

C Claro que jogo é jogo e tem três possibilidades
A A bola não entrou e perdemos mas a vida continua
B Bola para a frente e sonhos altos para Cabo Verde
O Outro resultado e de nosso agrado há de aparecer...

V Vamos lutar para o CAN 2015 e com desportivismo
E Estamos com a Seleção Nacional, que nos orgulha
R Resultados hão de aparecer e nos encher de alegria
D Derrotados jamais sentiremos, perdemos infelizmente
E É natural, pois sentimos vencedores pelo feito e que faremos!

João Furtado 
Praia, 24 de Março de 2013
Http://joaopcfurtado.blogspot.com

sábado, 23 de março de 2013

AMALIA FAUSTINO


 

A Amiga Amália Faustino e Belmiro, teu marido

M Meus cumprimentos e considerações poéticas

A  A TERRA E A GUERRA PELA PAZ-VOL III está pronta

L  Levá-la-ei ao público no próximo dia 27 de Março

I  importante dia das mulheres e será na Calheta

A A tua presença e do teu marido são indispensáveis!

 

F Fiz desta vez a parceria com Gilberto Lima

A A ilustração coube ao talentoso e amigo Ty Furtado

U Uma introdução do Reverendo Bispo D. Arlindo Furtado

S  São poemas de estilos e artes diversos disse Daniel Medina

T  Tão eloquentemente no posfácio depois de ajudar na correção

I   Importante e necessário é falar da PAZ, palavras do introdutor

N Nesta breve apresentação e neste convite especial

O O meu desejo é que estejam de corpo e alma no evento!

 

João Furtado

Praia, 23 de Março de 2013

CONVITE AOS AMIGOS


C   Caros amigos, especiais amigas, poetas escritores e poetas  leitores
O   O Gilberto Lima e eu, vosso amigo, precisamos de todos
N    No batismo do nosso “A TERRA E A GUERRA PELA PAZ – Vol III
V    Vamos iniciar na Calheta São Miguel no dia 27 de Março as 14 horas
I     Inspirados no desejo humano de alcançar a PAZ
T    Titubeantes escolhemos letras e palavras e demos o sentido desejado
E    E agora? Esperamos que todos possam ler o livro e nos julgar!

A   A perceção do Reverendo Bispo D. Arlindo Furtado
O  O introdutor da obra é que é sempre atual falar da Paz
S   São Poemas de estilo diferentes, disse Daniel Medina ao fazer posfácio...

A  A ilustração, a preto e branco é do Ty Furtado
M Mas o papel mais importante é vossa o de lerem o livro
I    Imaginarem e viajarem nas entranhas  dos sonhos
G  Grande é o meu agradecimento a todos e espero vossa presença
O  O esforço vale a pena, amigos e amigas, todos os convidados
S   Será este livro o presente de Pascoa,  FELIZ PASCOA PARA TODOS!

João Furtado
Praia, 23 de Março de 2013
http://joaopcfurtado.blogspot.com

quinta-feira, 21 de março de 2013

POETAS EIS O ALFABETO DO DIA



P Poetas de todo o mundo, o mundo ávido pela PAZ
O O Dia é vosso, hoje são homenageados
E E eu que vos dar parabéns pelo dia tão especial
T Também quero vos pedir que deixem
A A poesia viver em vós, inspirar e transpirar
S Saindo de vós e voando alegremente viva em toda a TERRA...


Eis o ALFABETO do dia, sem algumas letras, nada é perfeito!


A As mãos tremulas e húmidas de suor
B Buscam do nada e do vazio algo
C Com sentido para darem sentido as letras e delas
D Devagar as vezes vertiginosamente rápidas outras
E Esforçadas e tristes ou prazerosas e alegres
F Formam palavras e frases poéticas
G Gesticulam e dão, de pequenos símbolos, vida para falarem...


H Hoje é o dia daqueles em que o Apolo se faz representar


I Infelizmente não tive tamanha arte e
J Jamais o engenho de dar vida as palavras
L Limito-me apenas a sonhar quando regresso
M Muito cansado aos braços da Circe
N Neste Mundo que é o mundo meu
O O vazio que em mim vive se transforma...
P Poemas faço aos mil e recito versos lindos
Q Que jamais chegarão aos ouvidos ansiosos de os ouvir


S Sonetos rimados e metricamente construídos
T Também haicais e acrósticos, cantigas e livres poemas
U Uns e outros de amor e paz e alegria e tristeza
V Versos que falam e andam e caminham e que
X Chamam e clamam pela vida própria tal os Soldados-Da-Paz
Z Zelam pela paz e o bem estar dos homens...


João P.C. Furtado
Praia, 21 de Março de 2013
Http://Joaopcfurtado.blogspot.com/

 

terça-feira, 19 de março de 2013

O ALFABETO DO MEU PAI

 

A  A homenagem hoje é ao pai

B  Bondoso pai sempre foste para mim

C  Carinhoso e sempre disponível

D  Deste-me tudo que eu precisava

E  E quando nada tinhas, mais me davas

F  Firme e honesto na pobreza

G  Grandes lições filosóficas de ti recebi

H  Hoje recordo-te e reflito em ti a minha vida

I  Imagem tua continua a me ensinar

J  Já não estas entre os vivos, sei

L  Lamento não ver –te cá, meu pai

M  Mas continuas na minha memoria para sempre

N  Nos meus momentos de alegrias e de tristezas

O  Obras tuas, pensamentos teus estão nos meus

P  Pouco ou nada escrevias, mal lia o teu nome

Q  Que rabiscavas com as mãos trémulas, mas...

R  Recordo que teu viver, tua honestidade, tua palavra

S  Sempre foram “sim-sim, não-não”, foste um pai

T  Teu filho, aqui nesta reflexão, quer ser como tu

U  Um segredo pai, sabes que até já sou avô?

V  Vês? Sou avô e continuo a sentir-me uma criança

X  Cheio de necessidades de um pai, de ti e de teus gestos

Z  Zelando sempre para o meu bem estar e dos meus irmãos...

 

João P. C. Furtado

Praia, 19 de Março de 2013
Http://Joaopcfurtado.blogspot.com

sexta-feira, 8 de março de 2013

MULHER PEDINTE

MULHER PEDINTE




Usa saias, as vezes calça

Sai e vende, vende tudo

Na cintura um avental

Ou simplesmente um bolso

Um bolso onde tudo leva

Mas que fazer?

Tem que viver

E viver é vender

É vender e vender

Vende peixes, vende carne

Vende todos os peixes do mar

E vende toda a carne

Até a sua própria carne

Vende frutas e vende bolachas

Vende roupas e que roupas

Até anda nua

Mas tem que vender

Vendeu carne

E nos braços andou

Com o fruto da carne

E para que o fruto cresce-se

Carne vendeu de novo

Hoje tem muitos filhos

E nenhum marido

E tem que continuar a vender

Vende e vende e vende

Mas poucos já compram

A carne esta velha

E o rosto esta enrugado

Mas tem que vender

Tem que vender o que já não tem

Para vender ficou só o nome

Ela é “rabidante” e tem que “rabidar”

Mas “rabidar” o que já não se “rabida”

Ela é “rabidante”

Ela tem que “rabidar”

Ela tem que vender

Vender o que já não pode vender!



João Furtado

http://joaopcfurtado@hotmail.com

sábado, 2 de março de 2013

Ao Johnny de Pina e todos poetas e colaboradores da ESTANTE !


Ao Johnny de Pina e todos poetas e colaboradores da ESTANTE !

Do grande poeta Johnny de Pina
Que com letras e palavras brinca
Recebi e li um poema que me dedica
Depois da Bia Peixeira e sua sina...

Melancólico estava eu e meu coração
E de repente chega a arte em poesia
Veio para meu coração dar alegria
E partir a emoção com outra emoção...

O poeta Johnny falou de outros poetas nobres
Entre eles poetisas muito carismáticas
Nestas artes e nestas lindas práticas
Elevando ao mesmo nível os meus pobres...

Aqui e ao Johnny e todos meus amigos poetas
Conhecidos e a conhecer no futuro
Todos construtores da poesia em ouro
Quero dar parabéns e dizer obrigado poetas!

João Furtado

Http://Joaopcfurtado.blogspot.comPraia, 02 de Março de 2013

MULHER PEIXEIRA

MULHER PEIXEIRA

Ao cais das pescas de madrugada
A Bia mal passou a agua ao rosto
Sua saia comprida de ganga ao gosto
A cabeça, com um lenço, amarada...

Na mente os filhos em casa sozinhos
À presa saiu e esqueceu de avisar,
Meu Deus que descuido, que azar
E se algo acontecer e os vizinhos...

Voltar e perder o dia da faina
Ou esperar que chegue o bote
É o dilema da lançada sorte
A Bia Peixeira canta uma morna...
Todas colegas esperam dela o “batuco”
Mas ela triste e melancólica não dá o troco!

João Furtado
Http://Joaopcfurtado.blogspot.com
Praia, 02 de Março de 2013

sexta-feira, 1 de março de 2013

MULHER, para as Colegas Femininas!



MULHER? MULHER É ....




M Mulher, muito mais que um ser feminino
U Uma flor plantada no Jardim da Humanidade
L Linda e terna filha que alimenta a esperança
H Há melhor carinho que afeto do nosso amor?
E E de aquela que tudo larga para abraçar o desconhecido?
R Rica e adorável mãe que não mede esforços para o filho...



Tudo e muito mais é esta Santa que se chama mulher...



MULHER


M Meu Deus, para quê… Esta data
U Um dia internacional para a mulher
L Logicamente é ela, sem dúvidas, que deve ter
H Hoje, ontem e amanha, a bendita
E Ela é afinal a melhor flor do mundo, a maravilha…
R Respeitada mãe, amada mulher, carinhosa filha!

João P. C. Furtado
http://joaopcfurtado.blogspot.com
Praia, 01 de Março de 2013