quinta-feira, 31 de março de 2011

MARGARIDA MINHA IRMA

MARGARIDA MINHA IRMÃ

Margarida porque partiste e me deixaste
Assim tão só, minha irmã mais velha
Recordo a nossa infância e tu Mana
Grande e querida amiga Guida
Andavas sempre a fazer-te de minha mãe
Resolveste agora me deixar
Infeliz e triste e sem mais uma referência
Dentro de mim está este enorme vazio
Atormentando o meu eu de incertezas Irmã!

Meu rosto se banha de lagrimas
Irmã especial de enorme coração
Não lembras o nosso ultimo encontro?
Há quase dois anos, o nosso pai havia partido
Agora, hoje és tu, longe estás e eu cá choro!

Irmã, não sei se rezo por ti ou se te peço
Reza por mim, lá do alto, onde hoje resides
Minha Anja, que neste mundo sempre
Ajudaste com quase nada a todos que de ti aproximou!

João Furtado
Praia, 30 de Março de 2011

domingo, 27 de março de 2011

HOJE 27 DE MARÇO É DIA DAS MULHERES DE CABO VERDE

O DIA DAS CABO-VERDIANAS


O Buquê de flores para todas vós...


Dentro coloco todo o meu respeito
Imaginações não faltam para poemas fazer
A beleza e melodia das Musas nossas são tamanhas!


Decerto que todos os dias deviam ser vossas
Ainda que seja porque merecem, mulheres
Sempre foram e serão sempre... A Mãe de todos nós!


Claro que são as flores lindas, nossas meninas
A alegria deste povo separado pelo mar
Bonitas e amadas filhas da terra,
O nosso orgulho e a nossa razão!
-
Venho vos dar parabéns mulheres
E dizer um muito obrigado a todas
Rabidantes ou funcionarias ou lavadeiras
Domesticas ou políticas ou simplesmente mulheres
Instruídas, doutoras ou enfim humildes femininas
As mulheres das nossas dez Ilhas merecem ser heroínas
Neste dia quero gritar para todas e dizer aos homens
Amor e respeito e carinho e Paz de Espírito
São os nobres sentimentos para quem tanto amor nos dá!


João Furtado

Praia, 27 de Março de 2011

sábado, 26 de março de 2011

O ABALO NO JAPAO

Continuamos a sentir o abalo no Japão
E a ameaça se torna atômica
Com o fumo preto no ar
Até a água pode matar
E decerto não era única
A opção energética para a nação!

O mal pode se tornar mundial
Que ninguém consegue limitar
O espaço a radiação em fuga
Que liberto se torna inimiga
E inúmero ser pode matar
Tanto animal como vegetal!

No dia internacional da água potável
E ter a notícia do impedimento
De a água beber para a criança
Leva-nos a ter pouca esperança
E com grande e triste lamento
Rezar para não piorar o lamentável!



João Furtado

Praia, 23 de Março de 2011

quarta-feira, 23 de março de 2011

ARTUR AGOSTINHO

Ator Artur Agostinho do teatro e cinema
Repórter desportivo e simpático Sportinguista
Tu que sempre soubeste estar bem no mundo
Um Pai Nosso para tua Alma muito nobre
Rezo eu humilde Benfiquista cá da Praia!

Artur Agostinho, deixas um vazio na cultura
Grande escritor, enorme jornalista
Os meus sentimentos... E eu não te conheço...
São de perda de um enorme Homem
Tua maneira de noticiar e informar
Isenta e impar é uma lição para o jornalismo
Neste momento do Adeus
Homem! ... Podes crer serás lembrado
O teu amor pela verdade não morre contigo!

João Furtado

Praia, 23 de Março de 2011

segunda-feira, 21 de março de 2011

O DIA DA BELMA E MUNDIAL DA POESIA

O O teu aniversário filha é hoje, parabéns!

D Devo te dizer que este poema
I Inspirado no amor que por ti tenho
A Andei a pensar nele desde semana passada!

M Minha filha Belma és o meu presente
U Um muito obrigado pelas alegrias…
N Não são poucas, minha adorada filha
D Durante estes 21 anos que fazes
I Invariavelmente nesta data especial
A Aumentando assim a minha alegria,
L Linda menina, mil flores eu te envio!

D Devo te dizer mais uma coisa
A A Nuna é a melhor flor do mundo!

P Perdão se repito mais uma vez
O O mesmo conselho que sempre te dei,
E Ele é a única herança que te vou um dia deixar,
S Sejas sempre a mesma, que sempre foste
I Insista na verdade e negue sempre a mentira
A Assim terás sempre felicidade e paz e amor!

João Furtado

Praia, 21 de Março de 2011

O DIA DA BELMA E MUNDIAL DA POESIA

O O teu aniversário filha é hoje, parabéns!

D Devo te dizer que este poema
I Inspirado no amor que por ti tenho
A Andei a pensar nele desde semana passada!

M Minha filha Belma és o meu presente
U Um muito obrigado pelas alegrias…
N Não são poucas, minha adorada filha
D Durante estes 21 anos que fazes
I Invariavelmente nesta data especial
A Aumentando assim a minha alegria,
L Linda menina, mil flores eu te envio!

D Devo te dizer mais uma coisa
A A Nuna é a melhor flor do mundo!

P Perdão se repito mais uma vez
O O mesmo conselho que sempre te dei,
E Ele é a única herança que te vou um dia deixar,
S Sejas sempre a mesma, que sempre foste
I Insista na verdade e negue sempre a mentira
A Assim terás sempre felicidade e paz e amor!

João Furtado

Praia, 21 de Março de 2011

ARVORE E POEMA

A Ainda era criança e hoje vos conto
R Recordo com saudades, o simples acto
V Vi uma pequena semente e semeei-a
O Os meus cuidados foram enormes
R Reguei-a, limpei-a e vi-a crescer e em árvore se tornar
E E hoje que é da poesia lembrei-me e escrevi este poema…

E E não é que também é da árvore?

P Porque não plantar hoje, meu Deus
O O Amor no coração dos homens
E Em forma de poesia bela da criação
M Manifesto único da tua obra e terminar com o ódio
A Assim transformar a terra num grande jardim!



João Furtado

21 de Março de 2011

domingo, 20 de março de 2011

O TERROR DO DIA

O Norte de África perdeu o norte
Tamanha é a infeliz e pobre sorte
Que do ar não para de vir a morte!

Na ânsia de liberdade alcançar
Se revolta o povo e é preciso acabar
Pensa o Tirano que manda matar!

E já quando pouco ou nada resta
As Nações mandam parar a festa
E não ouvidas... Resolvem tirar a besta!

A bomba unida e mortífera que do ar chega
Mata o inimigo que claramente enxerga
Evita teleguiadamente o inocente à sua carga?

Ou indiscriminadamente o escudo humano matará
Numa mais que evitável e desnecessária guerra
Para troca do Tirano na nossa sofrida Terra?

Mas para a Líbia se tornar democrática
Onde todos aceitam bem a dura crítica
O povo tem que aprender a triste prática!


João Furtado

Praia, 20 de Março de 2011

sábado, 19 de março de 2011

DE PAI QUE É AVÔ PARA FILHO QUE É PAI !

Juanito meu filho querido
Hoje que também é teu dia
Pois és pai também, alegria
E que hoje seja bem vivido!

Há pouco tempo eras filho
Hoje és pai e eu… Sou avô
E pobre e sem um centavo
Ofereço-te o meu orgulho!

Que sejas sempre honesto
Em tudo em que empreenderes
Cumpra sempre os teus deveres
O teu bem é e será meu protesto!

João Furtado

Praia, 19 de Março de 2011

sexta-feira, 18 de março de 2011

O DIA DO PAI

O DIA DO PAI

Deveras não sei mais de nada
Inspirei sempre em ti pai querido
Agora recebo parabéns por ser pai…

Devo ser pai, sim, meus filhos sabem… Mas…
O meu desejo é continuar a ser filho, pai!

Pensar que amanha não te parei parabéns,
Abraçar-te e brincar-me contigo…
Infelizmente partiste, mas pai, em ti me revejo…


João Furtado

Praia, 18 de Março de 2011

quarta-feira, 16 de março de 2011

AO JAPÃO

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541
http://joaopcfurtado.blogspot.com/


Apocalipse é o que de repente aconteceu
O mundo no Japão, num segundo quase terminou!

Já chega, meu Deus, salve o Japão
A desgraça que nele abateu
Parece não ter fim, não…
A dor e o sofrimento já bastam
O Mundo merece continuar vivo!

João Furtado

Praia, 16 de Março de 2011
http://joaopcfurtado.blogspot.com/
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541

O DIA MUNDIAL DA POESIA

O dia de festa do mundo poético chegou e…



Dar parabéns aos poetas do mundo

Insistir e também dizer parabéns

Aos africanos e aos cabo-verdianos poetas!



Meu desejo é que sejam felizes hoje

Um dia mundial muito especial para todos

Na verdade hoje é dia da Poesia

Decerto é a vossa voz e do vosso povo

Ideias minhas de vos achar voz do povo

As vezes tenho estas saídas… enfim…

Lindas Poesias desejo que façam!



De Paz e de Amor que sejam feitas

A ecologia, a Terra precisa ser respeitada…!



Poesia erótica, até pornográfica, Poesia

Os poemas precisam-se e que se façam

E todos para cantarem a vida e o amor

Sejam rimados e métricos sejam livres e soltos

Imaginados por Poetas de todo o mundo…

A hora é de parabéns para todos vós poetas!





João Furtado



Praia, 16 de Março de 2011

sábado, 12 de março de 2011

DE PARDAL NO JAPÃO

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541


Caro amigo e humano João
De novo estou eu no Japão
E sinto uma enorme compaixão
Vendo tamanha morte e destruição!

O Vulcano adormecido na profundeza
Estremeceu e acordou furioso
E pôs a mostra a força da natureza
Aos homens num tremor raivoso!

Vi onda jamais vista a terra engolir
E a morte impiedosa aos homens matar
E a calma oriental negando fugir
Pavoroso, mas aceitando o azar!

O mundo deve triste estar
Pelo que vejo por cá espalhado
São mortes tantas que calcular
Dificilmente conseguiras Furtado!

A onda continua vagueando
O Tsumani ainda não se desfez
Enquanto cá no Japão na dor ando
Tu contraído a noticia sentado vez!

Provavelmente outras ilhas o Tsunami visitará
Espero que muitíssimo mais fraco
E que pouca ou nenhuma dor levará
Na sua macabra viagem pelo Indico!

Eu Pardal que escrevo-te do Oriente
Estou da força da natureza ciente
Que a dor aqui tristemente presente
Podia ser maior se no impreparado ocidente!


João Furtado
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541

terça-feira, 8 de março de 2011

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541




D Divina criatura da natureza

I Impar flor da vida do homem

A A mãe, a mulher e a filha amada!



I Imperioso é te respeitar e te amar

N Na certeza que és sublime

T Tu que Deus fez fêmea

E E garantia da espécie ao mundo

R Respeito mereces mulheres

N Na verdade és quem mais sofre, tenha

A A guerra ou a paz por teu filho

C Claro que és a refugiada e és a faminta

I Infeliz estas se os teus doente estiverem

O Ou feliz se alegres eles vivem

N Na paz cultivas e na guerra defendes

A A chuva cai e tu molhas, o sol brilha e…

L Lamentos teus, eu sinto enquanto queimas!



D Dás tudo quando teu amor dás

A Ainda que saibas que nada tens de volta!



M Mulher és mulher e mulher

U Única no trabalho e em casa

L Lírios e rosas para ti envio e aos

H Homens, eu peço, respeitemos as mulheres

E Elas são e serão sempre, amigos,

R Repito, nossa mãe, nossa mulher e nossa filha!



João Furtado



Praia, 08 de Março de 2011



http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541

segunda-feira, 7 de março de 2011

AMANHA SEREI CRIANÇA

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541



Amanha vai ter festança
O mundo vai esquecer e rir
Os problemas ficarão e a sorrir…
Eu, por um dia, serei uma criança!

Vou dizer a todos a verdade
E eles vão pensar que estou a fingir
E sem medo de todos fugir
Vou ter um dia de liberdade!

Vou mostrar que estou alegre
Que como na mesa com o humano
E bebo no bar todo o ano
E que tudo é na terra milagre!

Vou ser eu e como vento livre
Amanha terça de Carnaval
Sairei tagarela como o Pardal
E falarei do paraíso terrestre!

E na quarta nas cinzas prostrarei
E pedirei perdão pelos pecados meus
E sei que serei perdoado por Deus
Por ser na Terça um falso e pomposo Rei!

João Furtado

Praia, 07 de Março de 2011


http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541

domingo, 6 de março de 2011

O BOBO DO CARNAVAL

Vem ai, é na terça, o carnaval
E tu longe estas meu amigo
E eu sozinho estou, que te digo
Meu confidente e tagarela Pardal?

Que não tive outra escolha
Que de todos sobrou para mim
Apenas o papel de bobo, enfim
E na boca fui colocado uma rolha!

Quis ser o rei soberano da festa
Mas deram este papel aos políticos
Até o simples cenário…e os dísticos…
A mim foi bobo e ao povo, a besta!

E tu Pardal, que és único que me ouves
Longe resolveste tu, meu bem, estar
Viro e reviro e não há nada para desejar…
E tu…Teu amigo na desgraça e não comoves!

João Furtado

Praia, 06 de Março de 2011

sexta-feira, 4 de março de 2011

TERÇA FEIRA DE CARNAVAL

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541




Terça de feira de carnaval é na terça
E já próxima, trás uma esperança
Que tudo breve vai ter mudança
Porque são ensaios para a dança!

As mortes todas elas foram a fingir
E o fim está próximo, iremos sorrir
Enquanto brincavam, é para rir
Achei tudo real, mãe porque foste me parir?

A lei não foi atropelada
A menina não foi violada
A crise não foi instaurada
A terra não foi inundada...

Era tudo ensaio do mais puro
E eu cá que sou um muito duro
Pensei ver tudo..., jamais me curo...
Tudo é a brincar, sinto-me seguro!

Está a quarta de cinzas à porta
Sentados e meditando, o que importa
É que na brincadeira tudo se comporta
E a vida vai normalizar... É o fim, corta!



João Furtado

Praia, 04 de Março de 2011


http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541

quinta-feira, 3 de março de 2011

QUINTA FEIRA DA POESIA

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541



Poesia, vais hoje a rua da praia de novo
O teu vício é levar a melodia
Vais fazer da noite mais um dia
Que o poeta seja por hora do povo!


Vais Poesia dançar ao som da serenata
E por poetas serás tão bem recitada
E a quadra mensal ao poeta dedicada
Que sirva para a virtude seja a nata!

Que se lembre do bem e se esqueça
Do mal fazer ou usar, que sejas a droga
Única dos jovens e que por ti se obriga
A alegre vida e o crime se pereça!

Que seja sempre Poesia bela e de amor
Todas as semanas as quintas-feiras
Cheia de perfeitas e boas maneiras
Venhas a Praia Nocturna sem temor!



João Furtado

Praia, 03 de Março de 2011



http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541

quarta-feira, 2 de março de 2011

PARA PARDAL NO ORIENTE

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541





Querido e amigo Pardal distante

Achas que existe do poder a demência

E esta doença assola a África exuberante

Que faz seus presidentes perderem a clemência?



Vês na Líbia o que faz Khadafi, o Muamar

Que julga ter amor do povo até a morte

E tão grande é a vontade de amar

Que pede a ele para lhe dar tal sorte!



A África conheceu muitos doentes

Este é apenas o último não o único

Na ânsia de serem vitalícios presidentes

Julgam que o povo apenas merece o penico!



Não é que seja só na África, meu continente

Aqui e ali existe um Hitler no poder colocado

Que embriagado com a força se torna demente

E em terrível deus da maldade se torna julgado!



Se eu parar e contar quantos são os Napoleões

Olha que me perco na quantidade e falho a memória

São tantos os que venderam por poder os corações

Só pode ser doença, não é decerto simples história!



Como pode estar são um homem que se sente traído

Depois de mandar bombardear indefesa população

E em nome de Al-qaeda, inimigo comum, distraído

Julga-se vítima e a sorrir pede ajuda e contemplação?







João Furtado



Praia, 03 de Março de 2011


http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541

terça-feira, 1 de março de 2011

HAKAI DO PARDAL

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541



1.Aprendi

Por Japão tive eu passagem breve
Sem querer aprendi fazer Hakai
Espere-me Cabo Verde irei em breve!

2.Não Sei

Não sei se Hakai correcto eu faço
Pouco tempo eu tive, outro era o destino
À Nova Zelândia levar meu abraço!

3.Estou triste

Pelo que vejo de destruição estou triste
Grande é a força monstruosa da Natureza
Mais a vida irá continuar, não desiste!

4.Loucura

O exemplo da incomensurável loucura
Deu ontem ex-grande Khadafi, o Muamar
Ao aparecer sorridente numa alegria pura!

5.Sofrimento

Ver povo sair da sua terra em grande lamento
Levando a dor e o desanimo e o cansaço
Paz que não tem buscando é o sofrimento!

6.Desilusão

Depois de milhões de anos vividos
Só de Cristo dois mil de ensino da Paz
É desilusão a guerra e os combates tidos!

7.Sonho

Sonho viver no meu paraíso
Lá no éden o jardim da Bíblia
Todos em Paz e sem prejuízo!

8.Abraço

Vou sair e passear, fica bem
Com esta carta envio abraço
Que é de amizade e de paz também!

João Furtado

Praia, 01 de Março de 2011



http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=4541