sexta-feira, 17 de setembro de 2010

PRIMEIRA CARTA A LIZITA










Para ti minha querida e amada filha
Que a sede da razão fez ir a Lisboa
Espero que estejas de saúde boa
Enquanto eu cá isolado fico na Ilha!

Não és a primeira a partir, minha querida bem
O primogénito Juanito foi há dez anos
E a esforçada Belma que tanta falta fizeram-nos
O Popas rebelde não se fez esperar também….

Mas tu me deixaste um vazio no coração
Não sei se por seres a mais recente
Ou por teres cá ficado como presente
Atenuante no momento de tanta preocupação!

Vezes sem conta tu tomaste a rédea a situação
E eu que mais me afadigado que resoluto…
Principalmente nos momentos de luta e luto
Me senti que és uma mulherzinha de acção!

A tua mãe não deve demorar o regresso
A casa irá ficar um pouco mais animada
A Nuna sempre a querer ser mimada
E tu longe procurando teu progresso!

Partiste agora e espero ver-te voltar em Dezembro
E o Popas, doce filhos para me alegrarem o coração
O Natal será mais alegre e será uma bela reunião
Por enquanto de coisas vossas boas me lembro

E rezo a Deus dos homens e dos Santos
Que vos iluminem nas vossas caminhadas
E que as maiores vontades vossas desejadas
Sejam coroadas de sucessos e de grandes êxitos!


João Furtado

Praia, 17 de Setembro de 2010

5 comentários:

Anónimo disse...

foi uma carta bem triste... vc me deixou de coracao partido e tb triste, eu como pai nem faco ideia de ver partir a minha filha...pois e vida ne!!! Gilmar

Júlio disse...

Pois Sr. João. O Sr. tem uma filha d'ouro, tenho noção disso e tive o previlegio de conviver com ela. Para um pai ver uma filha partir é muito deloroso, mas tem que ser. Em busca de uma melhor formação superior tivemos de recorrer ao exterior(Portugal), incluindo o meu caso tb. Mas digo: O Sr. pode ter certeza que foi muito doloroso para a Elisa tb, porque ela é muito apegado ao Sr. Força... O tempo corre depressa, ela estará de volta o mais rapido que o Sr. imagina. Abraço.

Júlio Barros

Cris Ubaldo, Brasil disse...

É meu amigo, filhos são pássaros que criamos para depois voarem para longe em busca do proprio destino!
Não se intristeça, ao contrário, sinta-se orgulhos de ter criados cidadãos fortes e capazes de viverem por usa opção.Conheço apenas meu querido Popas, mas sei que os outros não são diferentes És um pai glorioso educando tão bem seus guris e gurias.
Parabéns e a paz do Senhor esta contigo sempre.

Anónimo disse...

bu tem q intendi, compreendre e controla...

Anónimo disse...

homi, nhu ba trabadju pmd ku es palavras li...nhu ka ta txiga nem paiol pé na txon, heheheehehehehehehehhehheheheehehehehehe